Website

No final, você decidiu colocar em prática sua fabulosa Ideia para o seu negócio, ou para qualquer outro tipo de projeto. Parabéns!

Mas claro, seu nível técnico é médio baixo, e na hora de escolher um site onde hospedar seu projeto com WordPress, você pode se perder um pouco. Não se preocupe, você está no artigo certo.

Ao longo destas linhas, vou explicar o que você tem que ter em mente para não escolher uma hospedagem, e o que você tem que ter em mente para escolher a melhor hospedagem para o seu projeto e que se adapte às suas necessidades.

Antes de entrar no assunto, quero explicar uma série de conceitos chave e terminologia que você deve ter claro antes de continuar lendo as seções a seguir do artigo.

Certamente você já ouviu em várias ocasiões algumas (ou todas) dessas palavras que soam como chinês, e ficou com cara de Melhor me calo que estou mais bonita.

Isso aconteceu com todos nós, e é completamente normal. Hoje em dia a tecnologia nos transborda, e não há que saber nada de memória, o melhor é conhecer fontes de informação fiáveis.

Essas duas palavras que as pessoas misturam como colacao com leite. Servidor por lá, hospedagem por aqui…. cuál mas qual é a diferença? A língua.

Pura e simples. Você pode chamá-lo como quiser, mas se você é do sistema operacional que diz “Google” marcando na voz o som do “o”, em vez de transformar o duplo “o” em um “u”, será melhor usar o termo servidor.

Agora que já sabemos a grande diferença entre servidor e hospedagem, vamos usar o termo em inglês.

Um hosting é uma pasta virtual em um computador (próprio ou alugado) onde você armazena alguns dados em arquivos, para mostrá-los de maneira privada ou pública a quem você quiser. Ou seja, no caso de WordPress, todos os arquivos que você baixar de WordPress.org, eles vão parar nessa pasta.

Quando você tiver um domínio comprado, ele terá que “olhar” para o que está nessa pasta, para poder exibir seu conteúdo. Falo de pasta no sentido mais simples, já que você pode ter uma hospedagem com várias pastas, com diferentes ou aplicativos nelas.

O que tem que ficar claro é que, uma hospedagem, é um espaço físico que você aluga em um computador, que normalmente se encontra em um prédio grande com muitos computadores, bem cuidados e vigiados.

Tenha em conta que o computador que contém o espaço que você aluga mensalmente, deverá estar funcionando 24 horas, 7 dias da semana, para que o seu web esteja sempre acessível, seja visitado quando for visitado.

Aqui você já tem uma pista do que procurar em uma hospedagem: qualidade em termos de hard (computadores físicos), que funcionem bem e não se desliguem.

Aqui entra em jogo o tempo que esse computador está ativo, mostrando seu web.

Se chega um momento em que se produz muita atividade dentro do computador (muitas visitas, que requerem carregar seus arquivos muitas vezes), isto cansará a máquina, e fará com que fique pendurada ou não responda por certo tempo.

Isto é o que é chamado de uptime, idealmente tem que ser superior a 99% (que é o que é oferecido na maioria dos hostings legítimos).

Um CDN é um termo mais complicado e avançado. O que posso dizer é que, com um CDN, você poderá exibir de maneira igualmente rápida, o mesmo conteúdo para alguém que o visite da mesma cidade e para alguém que o visite da Austrália.

Isto é possível graças a que através de um CDN, a informação do seu web vai-se copiando em vários computadores espalhados por todo o planeta, e assim, essa “transmissão” de informação se encurta, já que sempre há um computador disponível com o seu web, próximo a mais qualquer lugar desde onde te estejam visitando.

Dependendo do que o seu web precisa (vemos na próxima seção), você será mais adequado a um tipo de hospedagem ou outro. Na grande maioria dos casos, você escolherá o primeiro ou o segundo, mas não se preocupe, porque uma boa hospedagem permitirá que você mude de um para outro com pouco esforço.

É um conceito ou serviço relativamente novo. É um tipo de hospedagem muito focado em uma tecnologia em particular, onde você esquece toda a parte de manutenção técnica, e qualquer pergunta que você tenha é respondida e gerenciada por uma pessoa de suporte.

Digamos que esse tipo de hospedagem seja o mais confortável, já que você não precisa se preocupar com nada a nível técnico. Você tem tudo autogerenciado, e você só precisa se preocupar com o conteúdo do seu web.

Como o nome indica, em uma hospedagem compartilhada, o espaço em um computador é compartilhado.

Isso tem suas vantagens e desvantagens. Como vantagens, que é mais barato, mais acessível, você não precisa lidar com muitas configurações (já que a própria hospedagem cuida de mantê-lo) e é simples de usar em geral.

Como desvantagens, embora poucas, são mencionadas a disponibilidade de recursos e as limitações que existem em termos de segurança. Por exemplo, se você tem um web vizinho em sua mesma hospedagem compartilhada, que recebe muitas visitas (mas muitas muitas), isso fará com que os recursos destinados ao seu web, por esse computador compartilhado, pareçam um pouco limitados.

Fonte: https://basekit.com.br/

Dicas para escolher hospedagem para seu website